quarta-feira, 12 de julho de 2017

LAR


E quando te for concedido o privilégio sempre tão único de encontrares um Lar ... venera cada simples "pedra" do seu chão, abençoa cada ínfima partícula das suas paredes, cuida dele como se de um frágil passarinho caído do ninho tivesses em tuas mãos e sente a gratidão de cada instante que te é concedido ... pois cada instante é, à imagem da criação, frágil, vulnerável e quem sabe o derradeiro ... quem sabe o que te espera na próxima "curva" ... se tens um Lar onde o mais profundo Amor te faz sentir em casa ... tens algo mais valioso do que possas sequer imaginar ... defende esse tesouro com a tua vida se necessário, pois poucas coisas terão tanto significado em tua vida ... e é talvez dele, e dos que mais te "tocaram na alma então", que te recordarás no momento de partir ...